top of page

Os 3 Pilares para se ter uma Vida Boa!





Uma boa vida...afinal, o que seria isso?


Para cada pessoa essa resposta pode ser única. De repente, para uma pessoa, uma vida boa é ter um trabalho que pague as contas, desfrutar de tempo de qualidade com a família, ter uma família, ter saúde, viajar...etc. Pra outra, é ter uma carreira de sucesso numa grande e reconhecida empresa! Ou talvez, viver uma vida comum, num lugar calmo, cercada pela natureza, com animais de estimação, poucos e bons amigos...


A definição de uma boa vida tem sido pensada desde a Grécia antiga e é uma questão filosófica da existência humana. Independente de como cada um enxerga e define uma vida como boa, todos buscam algo em comum: a felicidade! E essa felicidade não é aquela alegria efêmera e superficial, mas é aquela sensação de realização, sentido, significado que deixa uma impressão agradável na nossa alma...o psicólogo Martin Seligman cita em seu livro Florescer que precisamos compreender o conceita da felicidade e assim nos apresenta a Teoria do Florescer ou do Bem-Estar, se assim preferir.


Fato é que, a ciência se debruça em comprovar os resultados de atos que trazem reais impactos fisiológicos no corpomente do ser humano. Isso é algo muito interessante e que nos eleva a esperança, pois nos tira do lugar de vítima e nos devolve o protagonismo da vida - podemos viver a vida de modo bom, apesar dos desafios que possam surgir e aqui iremos ver os pilares que nos possibilitam isso.


O primeiro pilar tem origem na Psicologia Positiva que tem como objetivo aumentar o florescimento do bem-estar que é um planejamento de execução de 5 elementos quais sejam:


  • emoções positivas que nos levam uma vida agradável;

  • engajamento, quando eu me entrego completamente sem me dar conta do tempo e acabo me perdendo na execução da atividade;

  • sentido, quando me sinto pertencente e sirvo a algo que considero maior do que eu;

  • realização, quando conquisto algo independente de ser prazeiroso ou não;

  • relacionamentos positivos.


O segundo pilar é a prática regular de atividades físicas que causa um impacto muito positivo não somente no corpo, mas também na mente, auxiliando na redução da ansiedade e da depressão. (veja matéria recente aqui).


E, para finalizar, o terceiro pilar já citado na Teoria de Seligman, mas que merece um destaque especial são os relacionamentos. A mais abrangente pesquisa já realizada concluiu que relacionar-se de modo saudável com pessoas desde familiares até vizinhos, amigos, enfim, é um dos fatores para se ter uma vida feliz. Existe um TED sobre isso muito legal, com o mesmo autor do livro Uma boa vida: Como viver com mais significado e realização.


Esse pilar, merece ser reafirmado e destacado, porque nosso ritmo de vida tem criado muitas relações superficiais onde vemos pessoas vivendo uma ilusão de que os seguidores virtuais são os amigos, desconhecendo e deixando e conviver com as pessoas mais próximas como família, vizinhos e colegas, o que tem colocado as pessoas em profunda solidão e sofrimento desnecessário pois não amadurecem a habilidade da convivência que gera tolerância, empatia e compaixão.


Diante disso, fica aqui o convite para uma reflexão...quais dessas atitudes você tem feito no seu dia-a-dia e o que elas estão te proporcionando? Lembre-se de que, sempre é tempo de começar!






4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page